Notícias
30/10/2019
Nova Gestão do Sindirações – 2019/2022
Fonte: Sindirações

O Sindicato Nacional da Indústria de Alimentação Animal – Sindirações tem o prazer de anunciar que Ricardo Araujo Ribeiral assumiu o cargo de presidente da entidade, em substituição a Roberto Betancourt, que ocupou a posição no período entre setembro de 2016 a agosto de 2019.

Presidente do Sindirações, Ricardo Araujo Ribeiral

Graduado em Engenharia Agronômica pela ESALQ/ USP, com MBA em Administração e Finanças pela Fundação Getúlio Vargas, Ricardo Ribeiral é diretor na Agroceres, onde atua desde 1995. O novo presidente do Sindirações aponta entre os principais desafios do novo mandato o próprio momento em que o Brasil atravessa, com reformas importantes já tramitando no Congresso e outras em fase de planejamento por parte do Governo Federal. “Essas reformas, se aprovadas, trarão uma série de mudanças que necessitarão de um acompanhamento bem próximo por parte do Sindirações”, afirma Ribeiral. O novo presidente também destaca a importância da entidade em apoiar projetos estratégicos do Governo, como o do “autocontrole” que visa otimizar a atuação fiscalizadora do MAPA – Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, transferindo certas responsabilidades para os próprios setores produtivos.

Com relação aos desafios de mercado, Ricardo Ribeiral destaca a importância do Brasil em estar preparado para atender o potencial aumento de demanda de proteína animal do mercado chinês, devido a PSA que dizimou boa parte do seu plantel de suínos. “O Brasil, assim como nosso Setor, devem estar prontos para atender a todas as exigências regulatórias, não só internas, mas também internacionais”, ressalta Ribeiral.

Ainda sobre desafios, Ribeiral destaca a necessidade do setor de insumos e de produção continuarem investindo em biosseguridade e em controles de qualidade nos seus processos produtivos. “A disputa por esse mercado será muito intensa entre os países exportadores de proteína animal. Se tivermos qualquer problema nessas áreas, podemos perder essa oportunidade”, destaca o novo presidente do Sindirações.

Outro ponto de atenção da entidade é a busca de informações que melhorem a imagem do Setor e do agronegócio de uma maneira geral. O Sindirações tem um papel importante na cadeia de suprimentos e de insumos para proteína animal. É preciso investir em dados e pesquisas cientificas relacionadas ao agronegócio para abastecer o mercado com informações confiáveis e fidedignas, contribuindo para que o setor seja ainda mais pujante do que já é atualmente.

Ariovaldo Zani, vice-presidente executivo do Sindirações.

No comando da entidade, ele contará com o apoio de Ariovaldo Zani, que ocupa o cargo de CEO do Sindirações.

As ações do Sindirações serão acompanhadas de perto pelos membros dos seguintes grupos:

DIRETORIA EXECUTIVA

Presidente – Ricardo Araujo Ribeiral
Vice-presidente – Celso do Amaral Mello Junior
Tesoureiro – Mauricio Graziani
Secretário – Sergio Carlo Franco Morgulis
Diretores – André Luiz Litmanowicz, Gustavo Luz Penz e Sandra Bonaspetti Gehrke

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

André Luiz Litmanowicz (Guabi), Celso do Amaral Mello Junior (Cargill Alimentos – Nutron), Edgar Issamu Ishikawa (Ajinomoto do Brasil), Fabio Duarte Stumpf (BRF), Fabio Pires Zavickis (Salus), Gustavo Luz Penz (CHR Olesen), Henrique Guimarães Fernandes (De Heus), José Ricardo Rocha (Neovia), Marina Medeiros Lopes Silva (Multitécnica), Mario Sergio Cutait (MCassab), Mauricio Beck Graziani (Phibro), Natalia Vazquez Furakawa (BASF), Patrick Louis Lieven Pauwelyn (Impextraco), Ranieri Silva Torsineli (Núttria), Ricardo Araujo Ribeiral (Agroceres Multimix), Ricardo Joseph Khatchadourian (ADM do Brasil), Rodolfo Agustin Pereyra (DSM), Roger William Solitão (Adisseo Brasil), Sandra Bonaspetti Gehrke (Seara Alimentos), Sergio Carlo Franco Morgulis (Minerthal) e Stefan Mihailov (Trouw Nutrition).

CONSELHO FISCAL

Titulares
Carlos de Vasconcellos Koermandy (Pancosma Brasil), Flauri Ademir Migliavacca (Mig-Plus) e Thiago Augustus Santiago Neves (Poli-Nutri).

Suplentes
Henrique Sousa Saldanha (CCPR Rações), Mário Renck Real (Real & Cia) e Nelson de Souza Lopes (Vaccinar).

Comentários encerrados.

Associados