Notícias
30/07/2018
Sindirações comemora 65 anos em prol do setor de alimentação animal
Fonte: Sindirações

Ações da entidade seguem em andamento, mesmo após a Reforma Trabalhista categorizar a contribuição patronal como facultativa

São Paulo, julho de 2018 – Há 65 anos, completados no dia 3 de janeiro de 2018, o Sindirações é o representante de empresas brasileiras inseridas na cadeia de produção de proteína animal e de alimentos para animais de companhia, cães e gatos. Nessa missão, se posiciona como a voz do setor junto ao Ministério da Agricultura, da Indústria e Comércio Exterior, do Ambiente, do Trabalho, da Fazenda/Receita Federal, às Secretarias Estaduais, aos órgãos aduaneiros e entidades nacionais e internacionais, como a FEEDLATINA e a International Feed Industry Association/IFIF.

Segundo Ariovaldo Zani, vice-presidente executivo do Sindirações, a atuação da entidade, no entanto, vai além. “É nossa obrigação oferecer assessoria jurídica, trabalhista, tributária, técnica, regulatória e contábil aos associados. Eles estão por todo o País e cada estado tem uma realidade, o que nos obriga a estarmos constantemente atentos a essas particularidades”.

Faz parte ainda do escopo do Sindirações a realização de estudos técnicos-científicos, pesquisas mercadológicas e cálculos econométricos. A entidade também é responsável pela organização de conferências, seminários científicos e treinamento de profissionais na ciência da qualidade e no aperfeiçoamento técnico a auditores das agências de certificação, fiscais federais, especialistas das indústrias e consultores.

Ariovaldo Zani, vice-presidente executivo do Sindirações.

Ariovaldo Zani, vice-presidente executivo do Sindirações.

“Todas as nossas ações são em prol do coletivo, sem privilegiar o porte da empresa ou a proximidade com o sindicato. Todas as empresas associadas têm voz para se manifestar por meio de votos. Porém, dependendo da decisão proferida, diante dos nossos pleitos, as empresas não associadas não desfrutam do benefício”.

Comitês

Zani credita o crescimento constante do agronegócio no Brasil à dedicação de empresas, entidades e profissionais comprometidos com o setor. Com base nessa certeza, o Sindirações criou Comitês para promover a reunião de especialistas de assuntos específicos, com foco na troca de informações e na busca pelas melhores soluções aos associados e ao setor.

No total, são 10 grupos de trabalho, assim divididos: Métodos Analíticos; Organismos Aquáticos; Assuntos Regulatórios; Boas Práticas de Fabricação; Recursos Humanos; Crédito e Cobrança; Assuntos Tributários; Aditivos Nutricionais; PET FOOD; e Comitês AD HOC, voltado para o uso racional de antimicrobianos e anticoccidianos, controle de contaminantes inorgânicos e benefícios trabalhistas. “Todas as nossas ações convergem com a missão da entidade que é promover a sustentabilidade econômica, social e ambiental da cadeia de produção animal brasileira. Acreditamos e defendemos a ética nos negócios, o comércio justo, a isonomia, a eficiência regulatória e as decisões baseadas em evidências científicas”, reforça Zani.

Momento pós Reforma Trabalhista

Presidido por Roberto Betancourt, o Sindirações passou por um momento de transformação interna diante da Reforma Trabalhista, que categorizou a contribuição patronal como facultativa. A nova realidade impôs à equipe administrativa do sindicato o exercício de racionalizar custos e otimizar investimentos para garantir a saúde financeira da entidade, com o cuidado de manter a qualidade dos serviços prestados.

No total, o enxuto quadro de colaboradores conta com quatro profissionais, incluindo Zani. A advogada Amanda Zangrando, que dedica boa parte de seus esforços à área trabalhista da entidade, além de gerenciar alguns comitês e coordenar a administração e as relações sindicais, entre outras atribuições. O veterinário Bruno Caputi é coordenador de assuntos regulatórios e de qualidade e está à frente do intermédio na comunicação entre a indústria e o MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento). Já Alvino Martins Lemos é responsável pelas ações administrativas da entidade. “Tem sido um desafio e tanto, mas o staff não economiza esforços”, ressalta Zani. Todas as decisões estratégicas tem como base a opinião da maioria entre os conselheiros.

SOBRE O SINDIRAÇÕES – O Sindicato Nacional da Indústria de Alimentação Animal – Sindirações –, foi fundado em 1953, e é hoje o principal representante da indústria brasileira de ração balanceada e alimentos para animais de estimação, de concentrado, de suplemento, de aditivo, de premix, de ingredientes e de outras atividades ligadas à alimentação animal, incluindo as empresas que importam e comercializam insumos da alimentação animal, bem como aquelas que se utilizam para consumo próprio. Com sede em São Paulo, no edifício da FIESP, a entidade reúne 140 associados – que representam cerca de 90% do mercado comercial de produtos destinados à alimentação animal e é filiado a FEEDLATINA, Asociación de las Industrias de Alimentación Animal de America Latina y Caribe e à IFIF – International Feed Industry Federation.

RMA COMUNICAÇÃO
Fabiana de Oliveira – fabiana.barros@rmacomunicacao.com.br
Leonardo Stavale – leonardo.stavale@rmacomunicacao.com.br
Tel.: (11) 2244-5941

Comments are closed.

Associados